• Renata Vasconcellos

Fisioterapia e suas vertentes


O universo da fisioterapia é muito vasto e há diversas vertentes dentro da nossa área de atuação — cada uma delas tem um objetivo. Neste post falaremos sobre 10 diferentes tipo de Fisioterapia:

  • Fisioterapia Traumato-Ortopédica

  • Fisioterapia Desportiva

  • Fisioterapia Respiratória

  • Fisioterapia Neurológica ou Neurofuncional

  • Fisioterapia Cardiológica

  • Fisioterapia Geriátrica

  • Fisioterapia Oncológica

  • Fisioterapia Pediátrica

  • Fisioterapia Uroginecológica

  • Fisioterapia Preventiva

FISIOTERAPIA TRAUMATO-ORTOPÉDICA

Atua na prevenção e no tratamento de distúrbios do sistema musculoesquelético, sejam eles crônicos ou agudos. Nesta área da fisioterapia são utilizados recursos terapêuticos como eletroterapia e crioterapia, recursos cinesioterápicos e terapia manual.

No âmbito da reabilitação, sua função é devolver ao paciente o seu ritmo de vida sem prejuízos à sua capacidade de realizar as suas atividades. Na reabilitação pós-operatória, a Fisioterapia Traumato-Ortopédica possui um papel fundamental, acompanhando passo a passo a evolução do paciente, intervindo no auxilio da cicatrização da estrutura lesada, mantendo a movimentação, evitando assim os efeitos deletérios da imobilização como a fraqueza muscular, e deixando o paciente totalmente apto para o retorno de suas atividades diárias.

FISIOTERAPIA DESPORTIVA

Entre os diversos métodos de fisioterapia, a técnica desportiva é conhecida por ter um programa dinâmico de exercícios direcionados especialmente para atletas visando o desenvolvimento do atleta o mais rápido possível para a prática esportiva após uma lesão, além de recuperar, sanar e prevenir que as mesmas ocorram novamente.

Combinando atividades e modalidades terapêuticas para restaurar atletas ao seu nível normal, a fisioterapia garante a prevenção ou reversão de efeitos da inatividade, contando com a recuperação completa de seu nível de competição.

A Fisioterapia Desportiva utiliza protocolos acelerados, mais intensos, para que o atleta possa voltar o mais rápido possível para os treinos e competições.

FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA

Este tipo de fisioterapia utiliza técnicas e métodos próprios para o tratamento de problemas respiratórios e que visam melhorar a respiração do paciente. As diversas técnicas de fisioterapia respiratória são muito úteis para melhorar a função pulmonar e para favorecer a expulsão de secreções em pessoas afetadas por doenças broncopulmonares.

FISIOTERAPIA NEUROLÓGICA

Também conhecida como Fisioterapia Neurofuncional, atua com base nos conceitos neurofisiológicos obtidos após condutas bem sucedidas, pesquisas intensas e árduo trabalho, direcionando o tratamento para a recuperação funcional mais rápida possível para o paciente - seja ele pediátrico, adulto ou geriátrico.

FISIOTERAPIA CARDIOLÓGICA

Voltada para a reabilitação cardiovascular (RCV), este tipo de fisioterapia busca uma satisfatória restauração da condição clínica, física, psicológica e laborativa do paciente.

FISIOTERAPIA GERIÁTRICA

Como o próprio nome já sugere, a Fisioterapia Geriátrica é voltada para pessoas com idade avançada.

Este método trata e previne as disfunções decorrentes do processo de envelhecimento, prevenindo problemas funcionais e promovendo a recuperação de pessoas idosas.

FISIOTERAPIA ONCOLÓGICA

Auxilia na recuperação e na prevenção dos distúrbios linfáticos e proporciona qualidade de vida aos pacientes com câncer antes, durante e depois do tratamento.

FISIOTERAPIA PEDIÁTRICA

A Fisioterapia Pediátrica busca integrar os objetivos fisioterápicos com atividades lúdicas e sociais, levando a criança a uma maior integração com a sua família e sociedade.

Dentro dessa fisio existe a FISIOTERAPIA MOTORA, que pode ser feita de diversas maneiras, assim como nos adultos. Essa fisio é muito importante quando junta a Fisio neurológica (que já falamos em outro post) nas crianças. E aí temos a Fisioterapia Neuro-pediátrica, que leva estímulos para as crianças que têm o desenvolvimento atrasado e precisa recuperar ou se adaptar com esse atraso. Essa fisio inclui exercícios de fortalecimento para que a criança possa, sempre de maneira lúdica, fazer as atividades normais ou possíveis para a ocasião.

FISIOTERAPIA UROGINECOLÓGICA

Este tipo de fisioterapia tem como objetivos a prevenção e o tratamento de disfunções urinárias e sexuais, além de trabalhar a adaptação da mulher no período da gestação. Embora essa fisio seja repleta de benefícios para as gestantes, existem indicações claras de fisio uroginecológicas que não se relacionam com a gravidez.

FISIOTERAPIA PREVENTIVA

Para finalizar, vamos falar sobre a Fisioterapia Preventiva, também conhecida como Fisioterapia Laboral — muito utilizada em ambientes de trabalho.

Diversos estudos vêm comprovando a eficiência da fisioterapia preventiva na redução do índice de afastamento do trabalho e consequentemente, reduzindo o número de cirurgias. Ela é composta de exercícios de alongamento, relaxamento e exercícios respiratórios, que devem ser praticados todos os dias. Estes exercícios visam relaxar a musculatura, aumentar a flexibilidade e aumentar a disposição ao longo do dia.

É importante ressaltar que alongamentos podem parecer exercícios simples, mas se realizados de forma incorreta, podem causar lesões gravíssimas. Desta forma a fisioterapia preventiva deve ser prescrita por um profissional capacitado e após uma avaliação completa das suas atividades diárias.

#TratamentoFisioterapêutico

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo